A Criativosfera será fechada dia 01 de Maio de 2017. Obrigado a todos!

Aula 05 – Princípios do design

Curso: Design Básico

Além das palavras ou imagens usadas, o design possui certos princípios utilizados para comunicar uma mensagem. O modo como usamos estes princípios no design determina a estrutura do nosso trabalho e afeta a legibilidade da mensagem que estamos tentando comunicar.

Todos os princípios do design podem ser aplicados a qualquer projeto, e a maneira como eles são utilizados determinam a eficácia da mensagem e quão atraente o design é. Não existe uma única maneira correta de aplicar cada princípio.

Nesta primeira parte do curso vamos apenas ver por cima quais são estes princípios - uma visão mais crítica será feita no curso de Design Intermediário II.

  • Alinhamento
  • Balanço
  • Contraste
  • Proximidade
  • Repetição / Consistência

Alinhamento

O alinhamento traz ordem ao caos, ajuda a organizar itens similares, cria grupos e conexões visuais. Bom alinhamento deve passar despercebido pelo observador, já um mal alinhamento faz o erro (intencional ou não) muito visível.

A falta de alinhamento cria um visual desleixado e desorganizado, assim como misturar vários alinhamentos diferentes. No entanto, não é errado quebrar o alinhamento de propósito afim de criar tensão ou chamar a atenção para algum elemento específico na página.

Alinhamento

Balanço

Do mesmo jeito que é bom balancear uma alimentação saudável com o ocasional chocolate, o balanço no design é igualmente importante. No geral, nossos olhos ficam mais confortáveis com layouts balanceados onde os gráficos não subjugam o texto e a página não tende a parecer desequilibrada.

De início, existem três tipos de balanço no design que trataremos melhor num curso futuro:

  • Simétrico
  • Assimétrico
  • Radial

Basta dizer que todo elemento gráfico tem um peso e cabe ao designer saber balancear ele. Veja no exemplo abaixo como a falta de balanço faz o documento puxar para um lado:

Balanço

Contraste

Você já notou como em um jogo de basquete profissional, todos os jogadores parecem iguais uns aos outros? Mas se você colocar um deles ao lado de uma pessoa comum, vai notar que ele é muito mais alto. Isto é contraste. No design, elementos grandes e pequenos, texto preto e branco, quadrados e círculos podem criar contraste no design.

O contraste ocorre quando dois elementos são diferentes, e quanto maior a diferença maior o contraste. A dica mais importante é fazer com que a diferença seja óbvia - pouca diferença pode dar a aparência de ser um erro por parte do designer. Os métodos mais comuns de contraste são criar diferenças em tamanho, valor, cor e tipo.

Utilizamos o contraste no design para dar ênfase ao que é mais importante ou para direcionar o olhar do observador. Em uma página sem contraste ou pouco contraste, o leitor não sabe por onde começar. Mas cuidado: é possível exagerar no contraste, então você deve usá-lo com cuidado. Se todos os elementos gerarem contraste, o observador não vai saber por onde começar.

Contraste

Proximidade

Quando um observador encontra vários elementos em uma página, o cérebro dele automaticamente vai tentar associar conexões a eles. O designer pode utilizar isto a seu favor, arranjando objetos (textos e/ou imagens) em grupos para ajudar a criar um significado e melhor disseminar a mensagem. Isto chama-se proximidade.

A proximidade cria um vínculo entre os elementos de uma página. Objetos próximos uns dos outros sugerem algum tipo de relacionamento, já se estiverem mais longe um dos outros pode sugerir diferença. Um exemplo disto seriam parágrafos de um texto: frases em um mesmo parágrafo simbolizam que fazem parte da mesma linha de pensamento, e em outro parágrafo sugere uma mudança desta linha.

A proximidade, como já diz o nome, é manter elementos próximos um do outro. Mas quando um objeto está distante de outro, é possível fazer fazer uma vinculação através de um terceiro. Por exemplo: uma flecha que conecta um texto com um objeto no meio de um mapa - embora o texto e o meio do mapa estejam distantes, a flecha aproxima os dois similares.

Proximidade - Unidade

Repetição / Consistência

Já vi designer reclamar de repetição, mas não existe nada de errado com isto. Imagine se a Coca Cola tivesse uma diferente identidade visual em cada país? Imagine se o "M" dourado da McDonalds fosse mais reto em alguns dos restaurantes, ou se fosse trocado por um "D" em outras? Repetição e consistência é tudo no design.

Pegue qualquer revista. Você vai ver como o layout se repete muitas vezes, seguindo um certo padrão. Algumas páginas tem o mesmo número de colunas, as fotos ficam na mesma posição ou diferem um pouco, elementos visuais (como o número das páginas ou o assunto daquela coluna) se repetem em todas as páginas. Manter uma consistência visual quando um texto se expande por várias páginas ajuda a aumentar a legibilidade.

Repetir elementos gráficos ou até mesmo um layout inteiro ajuda a manter uma experiência consistente em todos os seus trabalhos.

Repetição - Consistência

Exercício

Este conteúdo é exclusivo para os Alunos Criativosfera.

Nossos Alunos desfrutam de várias vantagens, como poder tirar dúvidas com o professor, download das aulas em formato de eBook, acesso a palestras exclusivas além de visualizar o conteúdo que está aqui. Além disto, os Alunos Criativosfera também ajudam a manter o site no ar, possibilitando disseminar o conhecimento.

Está esperando o que? Confira as vantagens e torne-se um Alunos Criativosfera hoje!

Até a próxima aula!

« Anterior: Aula 04 – Elementos do design    |    Próxima: Aula 06 – Revisão »

Professor

Canha - Fundador da Criativosfera, Sean "Canha" tem mais de 10 anos de experiência no mercado de design. Além de ser UX Designer, também é sócio do Choco La Design e fundador do antigo Design Blog. Você pode encontrá-lo no Facebook ou Twitter.

Alunos cadastrados podem tirar suas dúvidas com o professor. Cadastre-se hoje e aproveite as vantagens de ser um Aluno Criativosfera